Fonte de Alimentação e Controle para Motopolias

Aplicações

Temos a linha completa de produtos para automação de checkouts através de circuito eletrônico microprocessado para 1, 2 e 3 esteiras, programáveis de forma a adaptar em qualquer lógica de funcionamento de checkouts. Fornecemos também os sensores ópticos (emissor / receptor) em vários acabamentos de forma a adaptar nas estruturas dos checkouts ou desenvolvemos em conjunto com o cliente novas alternativas, caso seja necessário.

Desenvolvemos e fabricamos painéis de comando do checkout personalizado tanto com teclas mecânicas quanto em membrana.

Temos grande experiência pois estamos neste segmento a mais de 16 anos automatizando cerca de 100.000 checkouts para toda a América Latina.

Como principais clientes neste segmento temos a Seral do Brasil, Fast Frio Equipamentos Ltda, HMY do Brasil Ltda, Metalúrgica Ariam Ltda, Azteca Metalúrgica e Ref. Ltda, Metalúrgica 2002 Ltda, Novo Mundo Equipamentos p/ Sup. Ltda, Fermara Refreigeração Indústria e Comércio, IMF Indústria Metalúrgica Fabrão Ltda, Agra Indústria e Comércio Ltda e Aquecimex Indústria e Comércio Ltda.

Descrição

A Fonte de Controle Automático das Esteiras, foi desenvolvida utilizando um microprocessador para atender todas as necessidades de automação de Checkouts com até 3 esteiras, disponibilizandotambém duas saídas auxiliares para o comando da Luz Fiscal e Luz de Acesso (LF e LA).

A Fonte recebe a alimentação de 220Vca + Terra através do cabo de força (2P+T), que por intermédio de Relés Eletrônicos de Estado Sólido, do tipo "Zero-Crossing", controlam a alimentação das esteiras. As saídas auxiliares para os comandos da Luz Fiscal e Luz de Acesso (LF e LA) fornecem diretamente a tensão para as lâmpadas, sendo protegida por fusível de 2A.

O controle automático das motopolias é realizado pela ação do conjunto óptico Emissor -Receptor, que alinhados formam uma "Barreira Óptica", a qual conforme a programação, executará o comando das esteiras. Temos hoje vários programas destinados a atender a todas as necessidades de automação de Checkouts existentes no mercado.

O controle manual das motopolias é realizado através de teclado de comando que além de permitir o acionamento manual indicará através de um Led a habilitação da operação automática.

O acionamento das lâmpadas somente será manual. Estes teclados são personalizados para cada cliente seja com teclas mecânicas ou teclados de membrana. Abaixo temos as principais características técnicas da Fonte.

Principais Características Técnicas

  • Controle realizado por microprocessador de alta performance.
  • Lógica funcional do check-out armazenada em dispositivo reprogramável com 2K de “Flash Memory”.
  • Alta imunidade para ruídos (“WATCH-DOG-TIME”).
  • Acionamento eletrônico das motopolias com técnica “Zero-Crossing”?Baixa geração de ruídos elétricos e eletromagnéticos.
  • Proteção com fusíveis.
  • Baixo consumo de energia.
  • Tensão de comando em 5 Vcc, isoladas galvanicamente da alimentação.
  • Acionamento (comandos) através de teclado de membrana.
  • Acondicionada em caixa plástica.

Alimentação

  • 220 Vrms monofásico + terra.

Saídas

  • Motores: até 3 motopolias (já incluído capacitor).
  • Auxiliar (contato na, 10A / 220V): 2 (luz fiscal e luz de acesso).

Entradas

  • Comandos manuais (teclado): 6 (parar / iniciar, M1, M2, M3, luz fiscal, luz de acesso).
  • Sensores: 2 (para 2 conjuntos emissor / receptor).

Recomendações

Todo o Sistema de Controle das Motopolias dos Checkouts, foi desenvolvido com as mais novas técnicas de chaveamento (Zero-Crossing), de forma a não gerar ruídos na rede elétrica, que possam causar interferências em outros equipamentos. Todo acionamento de uma motopolia, pelo fato da técnica ser Zero-Crossing, dispara o motor quando a tensão passar pelo zero volts, criando desta forma uma corrente com rampa de subida senoidal, não apresentando desta forma conteúdos harmônicos de alta freqüência, típicas de um chaveamento aleatório (Contator ou Relé eletromagnético, botão, etc.), que são típicos geradores de ruídos elétricos e eletromagnéticos, com capacidade de interferir, por exemplo, nos PDVs.

Para que todo este sistema funcione bem, devemos seguir algumas recomendações:

  • O aterramento é um meio de segurança, e sendo o Checkout composto de grandes áreas metálicas acessíveis pelos usuários, consideramos imprescindível que este seja devidamente aterrado seguindo as determinações da norma NBR 5410;
  • Todos equipamentos de informática que eventualmente estejam instalados no Checkout, devem ser aterrados juntamente com o terra do Checkout;
  • A rede elétrica deve ser tal para garantir a alimentação dentro dos padrões estabelecidos pelo equipamento e também suportar a carga instalada bem como dispor de dispositivos de proteção para evitar danos na ocorrência de alguma falta;
  • As ligações elétricas devem ser realizadas por pessoa conhecedora, de forma a garantir o perfeito ligamento e também com acabamento que vise impedir contatos das fases com a carcaça do Checkout e dificulte acesso às partes energizadas acidentalmente por terceiros;

Considerações

Os equipamentos de informática utilizados nos Checkouts geralmente são alimentados por um sistema No-Break, que por critérios de dimensionamento (capacidade de carga), não alimentam o Sistema de Controle das Motopolias. Cabe ressaltar que não vemos nenhum outro proibitivo, além do relatado acima, que impeça o Sistema de Controle das Motopolias estar ligado na mesma rede de alimentação dos equipamentos de informática visto que:
  • Todos os nossos controladores de motopolias, da última versão, tem como elemento de controle uma CPU micro-controladora;
  • Todas as fontes utilizadas pelos equipamentos de informática são do tipo “chaveada”, apresentando alta capacidade de filtrar ruídos presentes na sua rede de alimentação;
  • Todos os Sistemas de Controle das Motopolias não geram ruídos eletromagnéticos pelo fato do acionamento ser tipo Zero-Crossing;

Download's

Clique no icone para fazer download do portifólio.